esmegma

Definição: o que é smegma?

Smegma é um acúmulo pastoso e esbranquiçado de secreções produzidas pela genitália masculina ou feminina. Especificamente, o smegma é composto por um conjunto de células epidérmicas sebáceas e descamadas, que são coletadas principalmente nas zonas úmidas dos genitais.

Causas: por que a forma de smegma?

Smegma é frequentemente uma indicação de má higiene íntima pessoal: quando negligenciada, o acúmulo de tais secreções pode desencadear processos inflamatórios e infecciosos, circunscritos no nível genital. Sendo um material úmido e rico em proteínas, o smegma é um meio ideal para o desenvolvimento e replicação de bactérias e fungos.

Uma cuidadosa higiene íntima diária é, portanto, a única solução para evitar o acúmulo de smegma no nível genital.

Smegma na mulher

Na mulher, o smegma instala-se ao redor do clitóris e entre as dobras dos pequenos lábios vaginais. As secreções são, portanto, produzidas tanto pelas glândulas apócrinas localizadas no nível clitoriano, como pelas glândulas sebáceas ao redor da área dos pequenos lábios.

Além deste material glandular, o smegma feminino pode ser parcialmente constituído por alguns resíduos de urina, células epidérmicas descamadas e células epiteliais derivadas da ruptura da mucosa.

Smegma no homem

O smegma macho é depositado na extremidade do pênis (ao nível da glande) e na área sob o prepúcio (camada de pele que cobre a glande).

A secreção esbranquiçada é produzida por pequenas glândulas localizadas ao longo da mucosa do prepúcio, que tendem a crescer e a migrar para a superfície. Neste ponto, as glândulas se desprendem da mucosa, se transformam em gordura e se estabelecem no sulco balano-prepucial, originando assim o esmegma.

Hipóteses sobre a composição do smegma masculino

Smegma parece uma massa branca e irregular, semelhante à ricota: quando negligenciada, pode emitir odores desagradáveis.

Existem várias hipóteses sobre a verdadeira natureza do smegma. Alguns autores acreditam que o smegma é composto por gorduras (26, 6%) e proteínas (13, 3%): essa composição sugere que o esmegma é, portanto, efetivamente formado por detritos de pele descamados (células mortas).

Outros estudiosos, no entanto, são da ideia de que o smegma é muito rico em secreções seminais e prostáticas, esqualeno e resíduos particulares produzidos por algumas glândulas ao nível da uretra.

Embora muito controverso, outros autores dizem que o smegma é composto, em parte, por enzimas com ação antibacteriana (por exemplo, lisozima) e hormônios (por exemplo, androsterona).

Smegma na infância e senescência

Smegma não representa um evento exclusivo da vida adulta. A presença de algumas glândulas sebáceas no nível do prepúcio é de fato evidente mesmo na criança. No entanto, a quantidade de smegma produzida na criança é extremamente limitada.

Parece que a produção de smegma começa a aumentar a partir da adolescência, para então atingir o pico máximo durante a maturidade sexual.

Durante a senescência, a produção de smegma é gradualmente reduzida, até desaparecer quase completamente.

Smegma: um lubrificante natural?

Dissemos que o smegma nada mais é que um acúmulo de secreções, viscosas ou pastosas, produzidas no nível genital. Partindo dessa afirmação, alguns autores reavaliam o significado de smegma em uma chave positiva e a interpretam como uma espécie de "pomada natural". As secreções acumuladas ao nível do sulco balano-prepucial retêm uma certa capacidade de lubrificação. Como conseqüência, a presença de um lubrificante entre o prepúcio e a glande possibilita movimentos durante a relação sexual.

Segundo o Dr. Wright - pesquisador em doenças infecciosas nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha, e colaborador da revista de saúde British Medical Association - o smegma, portanto, protege a área genital delicada do atrito, assegurando a lubrificação constante.

Smegma e circuncisão

A circuncisão é uma prática cirúrgica muito antiga, que envolve a remoção total do prepúcio: ao fazê-lo, a glande (parte terminal do pênis) permanece completamente descoberta. Nos homens circuncidados, pequenas perdas de urina e secreções genitais não se estagnam no sulco balano-prepucial, o que torna quase impossível estagnar o esmegma na mucosa da glande.

Portanto, não é por acaso que os homens submetidos à circuncisão são menos suscetíveis a fenômenos infecciosos ou inflamatórios no nível genital.

A circuncisão é, portanto, uma prática efetiva na prevenção do acúmulo de smegma, que se reflete positivamente na defesa contra infecções genitais em geral.

complicações

Em si, o smegma não representa uma condição problemática nem patológica. No entanto, na ausência de higiene íntima pessoal adequada, a smegma pode se acumular no nível genital e constituir um ambiente ideal para a proliferação de microorganismos. Como resultado, o desenvolvimento e a replicação de bactérias ou fungos na área genital podem causar infecções ou inflamação circunscritas. Nas mulheres, por exemplo, o acúmulo de smegma pode desencadear fenômenos infecciosos no colo do útero (cervicite) ou na vagina (vaginite). No homem, no entanto, a estagnação do smegma no sulco balano-prepucial pode dar origem a balanites (infecções da glande) ou a balano-postitias (infecções de glande e prepúcio).

Smegma e prevenção

A estagnação da smegma pode ser evitada através de uma higiene intimista cuidadosa e delicada.

Os genitais masculinos e femininos devem ser limpos diariamente, mesmo várias vezes ao dia, usando água morna e limpadores íntimos delicados, se possível.

Os machos não circuncidados devem então ter um cuidado especial para limpar a glande, retraindo suavemente o prepúcio. Entretanto, é importante não forçar o prepúcio a eliminar o esmegma subjacente: tal comportamento pode causar dor, sangramento, rasgamento da pele e, em casos graves, cicatrizes.

É aconselhável, no entanto, não exagerar na lavagem com higiene íntima e evitar o uso de desodorantes, perfumes ou detergentes agressivos que possam danificar ou irritar a pele dos genitais.

Para concluir, uma higiene íntima pessoal cuidadosa e regular é, sem dúvida, a melhor solução para evitar o acúmulo de smegma e, assim, evitar qualquer infecção genital relacionada a ele.

Recomendado

Sintomas da doença de Whipple
2019
Sintomas de herpes simplex
2019
Rinazine ® Nafazolin
2019